Malabarista e palhaça argentina, 30 anos. Começou sua trilha pelo circo em 2004 na cidade de Buenos Aires. Sempre ávida por viajar, excursionou pela Argentina, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Brasil. Desde 2013 reside no Brasil, tendo estudado na ENC (Escola Nacional de Circo) e ESLIPA (Escola Livre de Palhaços), ambas no Rio de Janeiro. Atualmente, reside na cidade de São Paulo.

Pesquisou malabarismo com os mestres argentinos Pablo Brun, Pablo Perasso, Tomy Soko, Sebastian Rojo, Gabriela Rojo e com Wess Peden (USA), Emerson Noise (BR), Piraja (BR). Estudou palhaçaria com os mestres argentinos Patricio Muñiz, Sasa Guadalupe, Mauro Bruzza, e com mestres brasileiros Esio Magalhaes, Biribinha, Gabriela Winter, Palhaço Xuxu,e também com o palhaço italiano Leris Colombaioni.

Com o fim de se aprofundar em várias técnicas e poder definir um estilo próprio, estudou Iluminação e Cenografia na Escola Municipal de Arte Dramático (AR), Escultura em Balões com o Palhaço Tomate (AR) e maquiagem com Cleber de Oliveira (BR).

Painé Santamaria - Palhaça Figaza

Julia Barnabé - Palhaça Abigail

Atriz, palhaça e marionetista. 32 anos. Formada em pedagogia Jacques Lecoq de Teatro Físico na escola internacional Estudis Berty Tovías, em Barcelona, entre 2012 e 2014. Neste período, frequentou a Casa-Taller de Marionetas de Pepe Otal, onde aprendeu a construir e manipular marionetes de fios, com as quais trabalhou como artista de rua e em festivais na Espanha e na França. É formada também em Ciências Sociais (bacharelado e licenciatura) pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

 

 Estudou acrobacia de solo, aéreos e contorção no Circo Escola Picadeiro entre 2004 e 2005. Iniciou sua pesquisa em palhaçaria em 2006. No Brasil e na Europa, estudou palhaço e improvisação com diversos mestres: Phillipe Gaulier, Esio Magalhães (Barracão Teatro), Cristiane Paoli Quito (Nova Dança 4), Ricardo Puccetti (LUME), Domingos Montagner e Fernando Sampaio (La Mínima), Márcio Ballas e Cláudio Thebas (Jogando no Quintal), Luiz Carlos Vasconcelos (Grupo Piolin), Gabriella Argento (Cirque du Soleil). Também realizou cursos de Improvisão Teatral com Ricardo Behrens (LPI – Argentina), Pablo Pundik (ImproMadrid) e Mariana Muniz (EBA/UFMG). Estudou Bufão com Beth Lopes (ECA-USP) e Daniela Biancardi (Kiklos – Itália).

Como palhaça, atuou nos espetáculos “A Festa – Cabaré de Clowns” direção de Esio Magalhães (2008) e“Entradas e Saídas” (2010), esquetes clássicas de circo e acrobacia cômica, direção Cia La Mínima; “Somos Cromossomos” (2014) com a Cia Cromossomos, além de apresentações de seu número solo “Impaciência” no Festival de Cenas Cômicas dos Parlapatões (2009) e no Clownbaret (2010). Trabalhou também como palhaça em hospitais infantis junto à ONG Operação Arco-Íris entre 2008 e 2009. Realizou uma turnê pela França com a banda de palhaços “Les Femmes du Brésil” nos Festivais de Teatro de Avignon, Mirepoix, Aurillac, Sarlat e Libourne e atuou como palhaça em diversos cabarets de Barcelona e arredores.

Atualmente, trabalha na Cia BuZum!, da Pia Fraus, como atriz e manipuladora de bonecos. E também desenvolve seu trabalho solo de marionetes de fios com a Cia Tu Mateixa Marionetes.

É uma das fundadoras da Cia Cromossomos, grupo de palhaços que se dedica a realizar expedições artístico-humanitárias em locais que sofrem com miséria e exclusão social, no Brasil e no exterior. Em 2014, participou da expedição de palhaços Cromossomos en el Sahara, em quatro campos de refugiados do Saara Ocidental, na Argélia, apadrinhados por Payasos Sin Fronteras, sob orientação artística de Esio Magalhães. Em 2015 e 2016, a Cia Cromossomos se apresentou nos Sesc Palladium (BH) e Taubaté e realizou circulações do espetáculo“Somos Cromossomos” em CEUs, Parques e Casas de Cultura através do Circuito Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo e da Semana Ticket Cultura. Além disso, em 2016 realizamos a Expedição Riso Doce em diversas comunidades ribeirinhas ao longo do Rio Doce no Espírito Santo, afetadas pelo rompimento da barragem de mineração da Samarco, Vale e BHP.

Ph: Renan Fotografo
Ph: Renan Fotografo

Trabalhou com promoção da leitura e contação de histórias em Argentina, Paraguai e Bolívia com Sasa Guadalupe na companhia "Las Lechuzas" (2006-2010). Como artista, no espetáculo mensal de variedades "Mezcladitos" (2010), no teatro Guapachoza (AR) e no espetáculo mensal "Varieté Kamikaze” (2011) no centro de cultura La Ksa (AR). Realizou temporadas de verão no Uruguai com as companhias itinerantes de circo "La Rondante" (2010), "Circo a Cuerda" (2012), "Família Bartulo" (2013), Circo Del Ribero (2016). Participou do movimento “Rio e Rua”, coletivo de artistas ocupando as praças do Rio de Janeiro (2013-2014). Faz parte do grupo de pesquisa malabarístico "La Caída" desde 2012 e trabalha na companhia “Las Martas”, Cabaré de Circo por Mulheres Malabaristas do Latino América (SP) desde 2014. Integra a Sopa Paraguaya Crew, equipe organizadora da Convenção de Circo de Paraguai e OLaM, Organização Latinoamericana de Malabaristas. É cooprodutora das Varietês com energia feminina “Ninguna Costilla” em São Paulo.